Crashing é um fenômeno comum em Hollywood, e muitas vezes acontece quando os atores não têm habilidades suficientes para realizar as suas próprias cenas ou quando os diretores de cinema decidem usar dublês para evitar riscos. Quando um ator sofre um acidente ou falece durante as filmagens, a produção é afetada, o que pode levar ao atraso ou cancelamento do filme.

Um exemplo recente foi durante as filmagens de Velozes e Furiosos 9, quando o dublê Joe Watts sofreu um grave acidente enquanto realizava uma cena de alto risco. Isso levou ao atraso na produção do filme, o que resultou em um prejuízo financeiro significativo para a empresa produtora.

Além disso, muitos atores são pressionados a realizar suas próprias cenas de ação, mesmo que não tenham habilidades suficientes ou que possam colocar em risco suas vidas. Isso é especialmente comum em filmes de super-heróis, onde os atores são geralmente exigidos a realizar acrobacias complexas.

No entanto, isso nem sempre é uma escolha dos atores. Muitas vezes, eles são contratados para realizar cenas que vão além das suas habilidades e são pressionados pelos diretores de cinema a fazê-las. Isso coloca em risco a segurança dos atores, muitas vezes levando a ferimentos graves ou até a morte.

Felizmente, Hollywood tem implementado medidas para melhorar a segurança nos sets de filmagem, incluindo o uso de tecnologia de ponta e o treinamento de atores e dublês. No entanto, os acidentes ainda acontecem, o que mostra que ainda há muito a ser feito para garantir a segurança dos profissionais envolvidos na indústria cinematográfica.

Em resumo, o fenômeno do Crashing em Hollywood é um grande problema, o qual pode levar a atrasos e prejuízos financeiros. A segurança dos atores e equipe de produção é fundamental, e as medidas necessárias devem ser tomadas para garantir que todos possam trabalhar em um ambiente seguro e saudável.